GPTW Mulher: Meireles e Freitas Cobrança Digital é a segunda melhor empresa para mulheres trabalharem no Brasil

6/6/2019
09:04

     No Brasil, segundo as últimas pesquisas realizadas, inclusive pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a participação das mulheres em cargos de alta liderança ainda cresce em passos lentos, evidenciando a necessidade de políticas mais igualitárias e de valorização da diversidade no mundo corporativo. Dados publicados recentemente pela Mackenzie revelaram que mulheres na gestão geram 15% a mais de resultado, comprovando, mais uma vez, a competência delas no mundo dos negócios e demonstrando que não só o futuro, mas o presente já merece uma atuação mais forte do público feminino no mercado.

     Com o tema 10% não é metade, o GPTW Mulher deste ano (que apresenta o ranking das melhores empresas para a mulher trabalhar no Brasil) trouxe diversas reflexões acerca da participação das mulheres no mundo dos negócios, apresentando a realidade das melhores empresas para trabalhar no país as quais possuem apenas 10% de participação nos cargos de CEO por pessoas do gênero feminino. Desse modo, a missão de promover a equidade dentro das organizações se torna importante para que elas cresçam de forma sustentável e ofereçam oportunidades mais justas, independentemente do sexo e origem cultural, podendo, desta forma, aproveitar melhor o talento de todos os seus colaboradores.

     Na Meireles e Freitas Cobrança Digital, empresa presente no ranking por dois anos consecutivos, mais de 70% do quadro de colaboradores pertence ao gênero feminino. Além disso, existe o incentivo contínuo ao respeito da diversidade e ao desenvolvimento das pessoas, as quais têm possuem oportunidades iguais de crescimento, sem nenhuma distinção.

     Entre as metas estipuladas pela organização, as quais já foram alcançadas, estão: 60% de mulheres nos cargos de liderança e 70% de mulheres participantes dos programas de desenvolvimento profissional. O assunto carreira da mulher é de grande importância para a empresa, que acompanha os indicadores de forma contínua, buscando garantir a igualdade de gênero. Entre os programas implementados com o objetivo de contribuir para grandes saltos na carreira do público feminino estão: Escola de Líderes, Programa de Mentoria para Mulheres, Trilha de Carreira e Meta Profissional, Cases de mulheres Líderes da Meireles, Educação Financeira para Mulheres, Palestras sobre diversidade de gênero e liderança, Convênio com instituições de ensino e Curso de Inglês (das 30 vagas destinadas ao curso, 21 são preenchidas por mulheres).

     Na edição de 2018, a Meireles e Freitas ocupou a 6ª posição no ranking do GPTW Mulher e, na edição deste ano, ultrapassou 4 posições, ocupando a 2ª colocação. Isto mostra o quanto a empresa incentiva o avanço das mulheres na ocupação de cargos de gestão e alta liderança, bem como oferece salários igualitários, promoção justa e maior flexibilidade.

     Além disso, entende que mulheres têm, sim, o desejo de crescer, possuem grandes sonhos e ambicionam cargos de sucesso. Por isso, tem desempenhado um papel fundamental no engajamento das suas colaboradoras, incentivando-as e oferecendo oportunidades para que busquem cargos cada vez mais elevados dentro da organização.

     Bruna Freitas, Gerente de Gestão de Pessoas da empresa comentou sobre o prêmio e sobre o posicionamento da Meireles e Freitas sobre a igualdade de gênero: "10% não é a metade. Essa temática abordada no evento de premiação GPTW Mulher 2019 proporcinou um momento de excelentes reflexões. Na Meireles e Freitas, vivemos uma realidade diferente e, para nós, realmente 10% não é metade. Agimos assim pois acreditamos no potencial das Mulheres e sabemos o quanto a diversidade tem nos possibilitado resultados ainda melhores. Buscamos promover um sentimento de justiça e equidade de gênero por meio de políticas e práticas de Gestão de Pessoas que valorizam a atuação das mulheres, afinal, a empresa é composta por mais de 70% de mulheres. Expandir suas mentes para que floresçam na carreira desejada é um dos nossos principais objetivos. Assim, investimos no seu desenvolvimento profissional, fortalecemos suas competências únicas e especiais que se evidenciam na história de sucesso que estamos escrevendo na Meireles e Freitas".

     Prêmios como o GPTW Mulher estimulam a reflexão sobre o modelo de negócio que se deseja construir, tendo a Meireles e Freitas reafirmado nos últimos anos a sua missão de atuar de forma mais justa e igualitária, entendendo que 10% não é equidade e que as organizações não só do Brasil, mas do mundo inteiro precisam debater cada vez mais sobre o assunto e promover ações para mudar esse cenário.